Cura

Oração – A Cura à Distância

O artigo á seguir é um artigo científico baseado em teoria, usos e evidências com a finalidade de garantir a segurança dos pacientes ao utilizarem a oração como método de tratamento.

Você tem todo o direito de tirar suas próprias conclusões à respeito das evidências e de não concordar com o que está escrito.

Se você acredita no poder da oração para te curar, utilize-a juntamente com o tratamento passado pelo seu médico.

*Orações também podem ser direcionadas à animais de estimação doentes.

A oração pode ser definida como um “pedido reverencial”, o ato de pedir algo enquanto se busca conexão com Deus ou outro objeto de adoração.

A oração pelos doentes ou moribundos desempenhou um papel importante ao longo da história e das diferentes culturas.

A oração é feita de diferentes maneiras; Pode ser praticada individualmente ou em grupos organizados dentro da estrutura de uma religião organizada, ou sem se inscrever em um sistema de fé ou crença específico.

A oração pode ser feita procurando o resultado desejado ou sem um objetivo específico em mente. As pessoas podem orar pedindo por si ou pelos outros.

“Oração de intercessão” referem-se às orações que as pessoas fazem individualmente ou em grupos em favor de uma pessoa que está doente ou com necessidades.

Os intercessores (aqueles que oram pelos doentes), às vezes, têm objetivos específicos em mente quando oram ou podem pedir o bem-estar geral ou a melhoria da saúde de um paciente.

As orações feitas pelos intercessores podem ou não ser conhecidas da pessoa doente. Essas orações podem ser feitas à distância ou na presença de pacientes e, em alguns casos, envolvem a imposição das mãos.

Muitos membros do clero recebem treinamento pastoral de suas respectivas instituições. Capelães certificados e conselheiros pastorais recebem treinamento para atender às necessidades espirituais e emocionais de pacientes com doenças físicas ou mentais de seus parentes ou entes queridos.

Teoria:

Existem várias teorias sobre como a oração pode ser benéfica durante a doença, com explicações do tipo científico e metafísico.

Foi sugerido que os pacientes que oram em benefício próprio ou que sabem que outros estão orando por eles podem desenvolver habilidades para lidar com as situações com mais força e reduzir a ansiedade e, assim, potencialmente melhorar seus resultados de saúde.

Outras teorias promovem os efeitos benéficos da oração ou “pensamento positivo” no sistema imunológico, sistema nervoso central (cérebro) ou endócrino (hormonal).

Sugere-se que os aspectos meditativos e relaxantes da oração sejam benéficos para diminuir a pressão arterial.

Não há explicações científicas plausíveis sobre os possíveis efeitos das orações intercessórias em pacientes que não sabem que estão orando por eles.

As explicações e crenças metafísicas frequentemente enfatizam a prática da oração. As pessoas que oram podem ter raízes na crença de um poderoso ser superior ou Deus, que pode influenciar a saúde.

Estudos sobre os efeitos da oração intercessória nos resultados da saúde relatam resultados variáveis, alguns achados são benéficos, enquanto outros relatam que não têm efeito.

Muitas das pesquisas nessa área não são de bom design ou foram pouco relatadas. Existem vários aspectos que causam dificuldades para se chegar a conclusões nas investigações de oração: existem muitos tipos de orações e orientações religiosas; os intercessores nem sempre conhecem a identidade dos pacientes nos estudos e, portanto, muitas vezes, as orações não são específicas; O desenho de um estudo com uma frase “placebo” exige um esforço maior e, finalmente, não há consenso geral sobre a melhor maneira de medir os resultados.

Usos:

Os usos a seguir são baseados em tradição, teorias científicas ou pesquisa limitada. Muitas vezes, eles não foram totalmente testados em seres humanos e sua segurança e eficácia nem sempre foram comprovadas.

Algumas dessas condições são potencialmente graves e devem ser avaliadas por um médico qualificado.

Pode haver outros usos propostos que não estão listados abaixo:

Angioplastia, arritmias (ritmos cardíacos anormais), fibrose cística, distúrbios gastrointestinais, estimulação do sistema imunológico, aumento do fluxo sanguíneo para o cérebro, dermatose inflamatória, doença pulmonar, função pulmonar (liberação bem-sucedida de ventilação mecânica prolongada), meningite, menopausa, distúrbios neurológicos, manejo perioperatório, poliomielite, doenças respiratórias, auto-estima, lesão medular, acidente vascular cerebral, estresse, cicatrização de feridas.

Evidência:

Os seguintes usos em humanos ou animais foram testados. A segurança e eficácia deles nem sempre foram comprovadas.

Algumas dessas condições são potencialmente graves e devem ser avaliadas por um médico qualificado.

Doença crítica ( B )

Existem vários estudos sobre oração intercessora em favor de pacientes que estão em unidades de terapia intensiva por doenças ou infecções cardíacas graves.

Embora algumas pesquisas relatem resultados promissores, a maioria dos estudos não é de bom design ou foram pouco relatados.

Como resultado, não é possível tirar uma conclusão.

AIDS / HIV ( C )

Os poucos estudos existentes sobre o efeito da oração em pacientes com AIDS relatam menos hospitalizações e menos novas doenças relacionadas à AIDS, embora, devido à dificuldade metodológica, esses resultados não possam ser considerados conclusivos.

Recomendo que leia o artigo PENSAMENTOS POSITIVOS PODEM AJUDAR A CURAR OUTRA PESSOA? e conheça a história de Sheri Kaplan.

Dependência de álcool ou drogas ( C )

Relatórios preliminares não sugerem efeitos benéficos da terapia intercessória na dependência de álcool ou drogas.

Mais pesquisas são necessárias antes de se chegar a uma conclusão firme.

Ansiedade ( C )

Estudos sobre o efeito da oração em pacientes com ansiedade oferecem resultados conflitantes.

Controle da pressão arterial ( C )

Evidências preliminares não relatam benefícios da oração intercessora na pressão arterial. É necessária uma melhor pesquisa de design antes de se chegar a uma conclusão firme.

Queimaduras ( C )

A pesquisa existente limitada em relação aos pacientes queimados relata que o resultado melhora quando a oração é usada.

No entanto, devido a fragilidades metodológicas, esses resultados não podem ser considerados conclusivos.

Câncer ( C )

Estudos preliminares em pacientes com câncer (por exemplo, leucemia) relatam efeitos variados na progressão da doença ou nas taxas de mortalidade quando a oração intercessora é usada.

Estudos de qualidade são necessários antes que uma conclusão firme possa ser alcançada.

Dor crônica ( C )

Não há evidências científicas suficientes para recomendar fortemente a oração como tratamento para a dor crônica.

Resolução de Conflitos ( C )

Um estudo relata que a oração parece ser um evento significativamente “amolecedor” para casais religiosos, o que facilita a reconciliação e a solução de problemas.

Depressão ( C )

Um estudo preliminar indica que os reclusos psiquiátricos poderiam se beneficiar das intenções de cura remota e anônima.

Fertilidade ( C )

O efeito potencial da oração intercessora sobre as taxas de gravidez em mulheres que foram tratadas para transferência de embriões por fertilização in vitro produz resultados preliminares positivos, de acordo com estudos.

No entanto, pesquisas adicionais são necessárias.

Doença cardíaca / ataques cardíacos ( C )

Evidências preliminares de estudos dos efeitos da oração intercessora em pacientes com cardiopatia revelam efeitos variáveis ​​sobre a gravidade das doenças, complicações durante a hospitalização, resultado do procedimento ou taxas de mortalidade.

Mais pesquisas são necessárias antes de se chegar a uma conclusão firme.

Melhoria dos resultados de saúde (geral) ( C )

Existem numerosos estudos sobre os efeitos da oração intercessora (oração a favor dos pacientes) sobre a gravidade da doença, morte e bem-estar dos pacientes e de seus entes queridos.

Os resultados são variáveis, pois alguns estudos relatam benefícios na gravidade ou duração da doença, enquanto outros sugerem que ela não causa efeitos.

A maioria das investigações não é de bom design e, portanto, não é possível chegar a uma conclusão firme.

Pesquisas adicionais são necessárias nesta área, onde as técnicas de oração são descritas em detalhes, bem como uma descrição bem definida dos resultados esperados para a saúde.

Vários estudos nos quais os pacientes sabiam das orações ditas em seus nomes relatam benefícios.

Doença renal (transplante renal) ( C )

Evidências preliminares indicam tendências positivas associadas à oração e espiritualidade em pacientes com doença renal em estágio terminal, que enfrentam a situação após serem submetidos a um transplante de rim.

Mais pesquisas são necessárias antes de se chegar a uma conclusão firme.

Infecções ( C )

A oração pode ajudar a reduzir o tempo de internação, bem como a duração da febre em pacientes com infecções.

No entanto, as evidências preliminares são controversas; portanto, são necessários estudos adicionais antes de oferecer recomendações.

Trabalho de parto ( C )

Evidências preliminares relatam menos complicações no nascimento em pessoas religiosas ou que oram, embora as fraquezas metodológicas não permitam que esses resultados sejam considerados conclusivos.

Longevidade ( C )

Estudos preliminares sugerem que idosos que participam de atividades religiosas particulares antes do início de impedimentos que limitam suas atividades diárias parecem ter uma vantagem de sobrevivência em relação àqueles que não rezam.

Pesquisas adicionais são necessárias para confirmar esses resultados.

Distúrbios psicológicos ( C )

Um estudo relatou que quarenta e oito por cento das mulheres sem-teto e que praticam a oração usavam menos álcool e / ou drogas de rua, sentiam menos preocupação e sintomas depressivos, em um número significativamente menor.

Mais pesquisas são necessárias antes de se chegar a uma conclusão firme nessa área.

Qualidade de vida em pacientes com doenças crônicas ( C )

Evidências limitadas relatam melhor qualidade de vida em pacientes que desejam que outras pessoas orem para que sejam curadas.

É necessária uma pesquisa de melhor qualidade antes de se chegar a uma conclusão firme.

Artrite Reumatóide ( C )

Evidências preliminares sugerem que a oração intercessora em pessoa (orar pelos pacientes em sua presença) pode reduzir a dor, fadiga, sensibilidade, inchaço e fraqueza quando usada em conjunto com os cuidados usuais.

Mais pesquisas são necessárias antes de se chegar a uma conclusão firme.

Anemia falciforme ( C )

A oração tem sido estudada como um mecanismo para lidar com a situação em pacientes com doença falciforme.

Os resultados obtidos são misturados.

Fumar ( C )

Pesquisas limitadas existentes indicam que pessoas religiosamente ativas podem ser menos propensas a fumar ou, se fumam, provavelmente consomem menos cigarros.

Ponte de safena (complicações) ( C )

Em um ensaio clínico bem projetado, a oração intercessora não teve efeito na recuperação da cirurgia de revascularização do miocárdio livre de complicações.

Curiosamente, foi associado a pacientes que sabiam que estavam recebendo orações intercessórias (em comparação com aqueles que não sabiam) com maior incidência de complicações.

Mais estudos são necessários para confirmar esses resultados.

Verrugas ( D )

Evidências preliminares indicam que a oração a distância realizada por curandeiros experientes pode não afetar o tamanho ou a remoção de verrugas na pele.

Diabetes ( D )

Não foi demonstrado que a oração ajuda na prevenção ou tratamento do diabetes ou de outros problemas de saúde relacionados.

O diabetes deve ser tratado usando terapias comprovadas e sob a direção de um profissional de saúde devidamente qualificado.

Segurança:

Os profissionais de saúde que possuem instrução formal praticam muitas técnicas complementares, de acordo com os padrões das organizações nacionais.

No entanto, este não é o caso universal; É possível que haja efeitos adversos. Devido à limitada pesquisa existente, em alguns casos, há pouca informação disponível sobre a segurança do tratamento.

A oração não é recomendada como um tratamento exclusivo para doenças potencialmente graves e a consulta com um profissional de saúde ou o tratamento com terapias estabelecidas não deve ser adiada.

Às vezes, as crenças religiosas estão em conflito com as abordagens médicas padrão e recomenda-se um diálogo aberto entre os pacientes e seus cuidadores.

Fonte: https://holadoctor.com/es/terapias-alternativas/oraci%C3%B3n-sanaci%C3%B3n-a-distancia

Orações Para Dinheiro e Prosperidade: E-book em formato PDF com 170 páginas contém apenas orações incrivelmente poderosas para dinheiro, abundância e descobertas financeiras. Clique Aqui e Confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *